Skip to content

Precisa declarar Pix no Imposto de Renda?

Precisa declarar Pix no Imposto de Renda?

Compartilhe nas redes!

Não só pessoas físicas como também jurídicas ainda ficam em dúvida se precisam declarar o Pix no Imposto de Renda. Afinal, qualquer problema na declaração do IR pode levar o seu CPF ou CNPJ a ter pendências na Receita Federal. 

O pagamento instantâneo é um sucesso desde o seu lançamento. No entanto, diante de tanta facilidade, ainda há muitos questionamentos, principalmente quando envolve a prestação de contas com o governo. 

Afinal, a cada ano ele encontra uma forma de reforçar a fiscalização e estar cada vez mais por dentro das nossas transações financeiras. 

Mas será necessário declarar toda transação realizada via Pix? Para explicar melhor esse assunto, separamos um breve contexto que pode esclarecer as suas dúvidas. Portanto, para saber mais basta acompanhar a leitura breve!

Entenda se você precisa declarar Pix no Imposto de Renda

A princípio, é importante entender antes o que é o Pix para em seguida voltarmos para as obrigações da declaração do Imposto de Renda. Bem, o Pix é um sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central para facilitar as transações entre usuários. 

Desde que foi lançado, o sistema é um sucesso e atualmente soma mais de 138 milhões de usuários com uma infinidade de bancos, carteiras digitais e instituições financeiras usando o Pix.

Qualquer pagamento realizado com o Pix cai em conta em até 10 segundos após o envio. Além disso, ao enviar um Pix esse registro é guardado no seu aplicativo de pagamento com um comprovante. Dito isso, muitos se preocupam em saber se é necessário declarar essas transações. 

Sim, há situações em que a Receita Federal determina a obrigação de quem precisa declarar Pix no Imposto de Renda. Mas isso vale para pessoas físicas e jurídicas, como já destacamos.

Então quem usa o sistema precisa declarar Pix ?

Usar o Pix não é um critério que determine por si só a necessidade de declarar o Imposto de Renda

Na verdade, sim, muitas das vezes é necessário declarar, mas isso não quer dizer que na declaração você precise pagar algum valor. Afinal, declarar IR é uma coisa, pagar tributos é outra. 

O Pix é um meio de pagamento, então ele deve ser declarado junto aos extratos de movimentação da sua conta bancária. Afinal, a partir de um determinado valor essa declaração é pretória. 

A Receita Federal controla as movimentações via Pix?

Sim, a Receita Federal mantém uma vigilância constante sobre as transações feitas via Pix, especialmente para efetuar a análise cruzada de informações. 

Este monitoramento ocorre por intermédio da e-financeira, um sistema no qual os bancos e entidades financeiras enviam dados relativos a valores, despesas e movimentações de seus contribuintes.

Ao aprimorar o processo de cruzamento de informações, a verificação de declarações dos contribuintes torna-se ainda mais eficiente. Dessa forma, em casos de discrepâncias nas declarações do Imposto de Renda, a fiscalização é imediatamente acionada.

Preciso de uma contabilidade para declarar Pix no Imposto de Renda?

Se você tem alguma noção de como fazer esse procedimento, nem sempre é necessário contratar uma contabilidade. No entanto, uma assessoria contábil minimiza os erros e evita problemas na sua declaração do Imposto de Renda. 

Por isso, não perca tempo e fale agora mesmo com um dos nossos especialistas!

Classifique nosso post

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
Uma das maiores dúvidas nesta época do ano é se…
Quer trocar de contador?